Sign In

Ansiedade de separação em animais domésticos

Ansiedade de separação em animais domésticos

O confinamento proporcionou a muitas pessoas a possibilidade de passar mais tempo com os seus animais, eles adoram ter o seu dono por perto. Porém, toda esta atenção e tempo extra podem facilmente espoletar episódios de ansiedade de separação no seu amiguinho de quatro patas.

A ansiedade por separação é uma síndrome que acontece em animais domésticos quando são deixados sozinhos ou são separados da sua figura de vínculo, podendo esta ser humana ou animal.

Sinais de ansiedade de separação em cães e gatos

Se o seu animal estiver a sofrer de ansiedade poderá notar algumas alterações no seu comportamento. Esteja atento aos seguintes sinais:

  1. Micção ou defecação imprópria em casa, no caso dos felinos fora da liteira
  2. Ladrar/miar, uivos ou choros excessivos
  3. Comportamento destrutivo em casa

O animal pode manifestar outros sintomas aos quais deve estar alerta, tais como: salivação excessiva, automutilação, alterações gastrointestinais (vómitos ou diarreia), hiperatividade ou inatividade, falta de apetite.

Como amenizar a ansiedade de separação em animais

Crie uma rotina

Rotinas beneficiam o quotidiano tanto dos donos como dos animais de estimação. Sair de casa e regressar mais ou menos por volta da mesma hora todos os dias irá ajudar o seu cão/gato a ajustar-se mais facilmente, reduzindo a sua ansiedade.

Pode reproduzir sinais de saída mesmo quando não sai, pegue nas suas chaves, calce os sapatos, vista o casaco como se fosse sair para que o animal deixe de associar estas ações à sua ausência.

Planeie o seu tempo para brincar

Reserve algum tempo do dia para brincar com o seu cão/gato. Dê um passeio curto com o seu cão ou brinque com o seu gato com algo interativo antes de sair de casa, pode ser uma boa estratégia para os acalmar.

Pratique regularmente exercício físico com o seu patudo, após alguma atividade e quanto mais cansado estiver mais provável é que faça uma sesta, tornando o momento perfeito para deixar a casa.

Se não tiver a oportunidade de fazer nenhuma das opções acima, considere os serviços de um pet sitter, pet walker ou uma creche canina.

Deixe muitos estímulos pela casa

Na maioria dos casos a ansiedade pode estar relacionada com o aborrecimento. Quando sair pode deixar vários brinquedos apelativos, como aqueles que fornecem alimentos à medida que os animais brincam, como o kong ou brinquedos interativos, como puzzles. Para os felinos, não se esqueça de ter um ou mais arranhadores pela casa, para evitar que destruam os objetos da casa.

Deixar algum barulho de fundo quando sai de casa pode ser uma boa estratégia. Experimente deixar a televisão ou o rádio ligado, um áudio livro ou um podcast podem entreter e distrair o animal. Ouvir sons humanos irá fazê-lo sentir-se menos sozinho.

Em casos mais extremos pode medicar o seu patudo/felino, mas deve fazê-lo sempre com prescrição e controlo do seu médico veterinário.

Prev Post
Deixar o cão andar de carro com a cabeça de fora? Sim ou não?
Next Post
Viajar de comboio com animais

Add Comment

Your email is safe with us.

0
Close

Your cart