Sign In

Benefícios de treinar um gato

Benefícios de treinar um gato

É importante treinar o seu gato para que adote um comportamento certo desde tenra idade e aprendam as regras para coabitarem com pessoas e outros animais. Bastante conhecidos pela sua independência, os gatinhos praticam de duas maneiras; por imitação da sua progenitora ou sozinhos através da experimentação.

Quais são os benefícios de treinar o meu gato?

  1. É boa ideia incluir os treinos na brincadeira do bichano, tirar proveito de toda a energia extra, bem como mantê-lo feliz, ativo e saudável enquanto lhe ensina novas competências e o auxilia a aperfeiçoar a sua agilidade e contribui para que se mantenha mentalmente estimulado.
  2. O treino incutido nas brincadeiras pode ajudar a que o felino compreenda que comportamentos são aceitáveis ou não, como morder ou arranhar, antes que os seus dentes e garras estejam totalmente desenvolvidos.
  3. Ao longo da vida do seu gato, será necessário cortar-lhe as garras, entrar na transportadora para que possa levá-lo ao médico veterinário ou dar-lhe medicação. O treino poderá ajudar o gato a adaptar-se a estas experiências desconhecidas e a lidar com elas para que se mantenha calmo e não reaja com agressividade.
  4. Treinar um animal não é sinonimo de lhe ensinar truques. Pode significar ensiná-lo a utilizar a caixa de areia, o arranhador ou até mesmo vir até si quando o chama.

Dicas para utilizar nas suas sessões de treino

Cada gato é um gato, por essa razão deverá adaptar o treino consoante a personalidade do seu animal. Por exemplo, é muito usual utilizar um clicker nos treinos, este aparelho emite um som quando o animal faz o pretendido, o que pode não ser a melhor escolha para um gato mais tímido/medroso.

Enfatize as ordens orais de forma clara e confiante para que o animal escute e obedeça, vá reforçando com elogios de incentivo. Para além, dos elogios, deve utilizar recompensas à base de comida durante o treino.

Treine o seu gato antes das refeições, uma vez que as recompensas alimentares não serão tão apelativas se o animal estiver de estômago cheio. Para além disso, um gato com fome rapidamente perderá a paciência para a aprendizagem.

Exclua ao máximo os barulhos de fundo ou possíveis distrações durante o tempo de treino, para que o animal se possa focar. Também, é uma opção manter as sessões curtas, experimente entre 10 a 15 minutos diariamente e sempre com o mesmo treinador, desta forma, será mais provável obter resultados que deseja com eficácia.

No decorrer do treino do bichano, não recorra à punição. O treinamento de um gato não é tanto orientado para a obediência nem para os truques, mas sim para orientá-los a viverem felizes e confortáveis com os seus donos e com a sua vida quotidiana.

Prev Post
3 livros para ler nestes dias de chuva
Next Post
Vueling passa a permitir transporte de três animais de estimação na cabine

Add Comment

Your email is safe with us.

0
Close

Your cart