Sign In

Viajar de comboio com animais

Viajar de comboio com animais

Viajar na companhia dos amiguinhos de quatro patas é cada vez mais uma opção para muitos donos, seja de férias ou durante o dia a dia, deslocações de comboio são bastante comuns. Confira neste artigo algumas dicas para poder viajar confortavelmente e em segurança com o seu companheiro.

Viajar de comboio com o seu animal de estimação é gratuito, para tal basta que o mesmo viaje devidamente acondicionado numa transportadora que deverá ser carregada como volume de mão. No caso de um animal de assistência, este não precisa de ser acondicionado e o seu transporte também é gratuito.

O transporte de animais não acondicionados também é permitido mediante a aquisição prévia de um título de transporte próprio. Nestes casos, o animal viajar devidamente açaimado, com trela e deve estar acompanhado do respetivo boletim de vacinas atualizado e da licença.

O animal desde estar sempre sob a supervisão do seu dono, sendo que o passageiro é responsável por todos os possíveis danos provocados pelos mesmos. Não deverá ser transportado mais do que um animal de companhia por passageiro, nem deverá ocupar lugar no banco.

Segundo a CP – Comboios de Portugal «Não é permitido transportar animais considerados perigosos, em precário estado de saúde ou de higiene, bem como aqueles que, pelo seu cheiro, ruído ou outro motivo objetivamente relevante, como, por exemplo, a sua dimensão, possam incomodar os passageiros.»

Dicas para o seu animal viajar mais confortavelmente

  1. Familiarize previamente o seu patudo/felino com a transportadora, coloque dentro da mesma a sua manta/brinquedo favorito e, ainda, algumas guloseimas para que associe a transportadora a algo positivo. Escolha uma caixa suficientemente espaçosa para que o pet se possa mover confortavelmente.
  2. É sempre importante, independentemente do meio de transporte que opte, colocar uma etiqueta identificadora na caixa transportadora com os nomes do animal e do dono, bem como um contacto telefónico para contactar em caso de emergência.
  3. Forre o fundo da caixa com um material absorvente e deixe que o animal viaje com algum objeto familiar, para que se sinta mais seguro.
  4. Não alimente em demasia o animal, de modo, a evitar enjoos. Dê preferência para uma refeição ligeira.
  5. Antes da viagem, dê um passeio para que o animal se movimente e gaste alguma energia, assim irá descansar durante a viagem.
Prev Post
Ansiedade de separação em animais domésticos
Next Post
O que é a Dieta BARF? Devo dar ao meu animal?

Add Comment

Your email is safe with us.

0
Close

Your cart